9 de jan de 2011

1° post de 2011.





Mais um dia de nostalgia. Assistindo alguns vídeos no youtube, a única coisa que se passa na minha cabeça é: I need a time machine, NOW! Sim eu preciso. Queria ter esta possibilidade de voltar no tempo, desfazer algumas merdas e desfazer certas amizades.
Infelizmente não posso fazer isso. Consertar as cagadas, algumas já consertei, as amizades algumas com o tempo foram desfeitas, mas tudo bem, a gente continua respirando.
As lágrimas são inevitáveis. A confusão de sentimentos também. Tantas coisas ficaram guardadas só comigo, algumas espalhadas aos 4 cantos do mundo, e hoje o que me resta é sentir saudades. Saudades do tempo em que saia direto do trabalho e ir para um show no interior de SP, outro estado até. E quem disse que eu estaria cansada na Segunda feira? Jamais, muito mais do que cansada, eu estava feliz. Feliz porque tinha passado um fim de semana maravilhoso, com pessoas adoráveis, e com o ídolo. Chorar emocionada com alguma música, ou então chorar lembrando do ex namorado.
Foi legal em alguns show “passar a perna” em alguns seguranças e ser tratada como VIP por todos. Foi legal conhecer pessoas no meio do caminho para o Credicardhall, sair correndo a noite para não perder o ônibus , cair, e quase perder as calças no meio de um show. ( este detalhe deixa pra lá.)
Fazer grandes amigos nas filas do show, e o melhor de tudo o que poderia ter acontecido:
Conheci minhas melhores amigas e companheiras de show, assim do nada.
Uma foi assim, bem do nada mesmo simplesmente por não ter ingresso para ir no show em um Domingo, e ela me dá o ingresso. E eu com esse meu jeito palhaça de ser, agradeci de joelhos no meio da Avenida dos Jamaris por aquele ingresso.
A outra foi na galeria do rock em pleno Sábado a noite, fazendo brincadeiras e pedindo pelo amor de Deus uma foto do Andre Matos. E assim já se passaram 07 anos.
Cada pessoa que conheci nesse tempo, muitas ainda fazem parte da minha vida.
Claro que as decepções também fazem parte de tudo isso, o fim de amizades por motivos bestas. Mas algumas e surpreenderam, e muito.
Jamais esperava ouvir: “Quando vc vem me visitar?”
É besta, mas fiquei feliz com isso.
Bom, o tempo passa, e muitas pessoas entram e saem das nossas vidas.
Um aplicativo no Facebook fez o muro dos melhores amigos.
Realmente é bem legal aquilo e engraçado.
Tinha pessoas ali que deveriam estar em 1° lugar e estavam em 10°, outras nem tinham que estar aí, pois como já haviam dito, me detestam.
Mas é como eu sempre digo: “alguéns” ali nem precisam deste muro, sabem que moram no meu coração e em uma parte bem confortável dele.
Acho que sem meus amigos de hj, não seria ninguém.
E sem contar os novos amigos, Bahia e RJ. Ainda não nos conhecemos pessoalmente, mas já temos o direito de dar pitacos nas vidas uns dos outros.
E assim a gente vai vivendo. Será que daqui a alguns meses vou querer uma outra máquina do tempo? Será?

Um comentário:

carros-envenenados disse...

Sempre existirá aquelas pessoas que nunca te admiram, mas no fundo queria ser igual a você...
Manoel Angelo