4 de jul de 2015

Com a ponta da unha na Inglaterra

E desde o dia 14/06/2015 algumas coisas estão acontecendo que estão me deixando
um tanto quanto perturbada.

Até então, parecia que eu estva saindo um pouco do meu mundo.
Aquele mundo dos desejos impossiveis, que hoje é só lembrança.
Mas vem "o universo" e dá aquela brincada com a gente.
Eu não sou muito adepta a novidades, tanto é que só fiz meu perfil no facebook depois
bem depois de todo mundo.
Rsolvi baixar o Snapchat. Baixei, comecei a seguir umas pessoas legais.
Ai vem o "x da questão"
E uma pessoa legal começou a me seguir tbm.
e já vou dizendo que tudo começou de um jeito bem engraçado.
Não entrarei em detalhes, pq é o que menos importa.

Eis que alguém surge lá da Europa, 04 horas de diferença, lá do fim do mundo da Inglaterra,
e este ser é IDÊNTICO a um que está bem  mais perto de mim.
Bom, conversa vai, conversa vem, e tudo me leva a crer que é apenas uma brincadeira de quem
está aqui perto. E para meu espanto, não é.
Sabe a história de que Jesus nos criou à sua imagem e semelhança?
E que em algum lugar do mundo temos uma pessoa que é muito parecida com a gente?
 Pois é.
Ele fez um autêntico Inglês imagem e semelhança de um brasileiro.
Pra que isso gente?
Minha amiga me diz TODOS OS DIAS que eu preciso acreditar.
Um oceano inteiro me faz acreditar ao contrário.
Minhas possibilidades hoje me fazem acreditar que é impossível.
Não sei porque, mas sei lá pq penso desta forma.
Só que esses dias pelo Whatsapp mais uma vez a frase desta amiga ficou na cabeça:
" Quantas provas mais você precisa para começar a acreditar????"
Eu não sei.
A resposta virá com o tempo.
E tem coisas acontecendo que estão me "balançando" demais.
E não gente, ao contrário do que imaginam, do que falam, eu não estou me apaixonando não.
Até mesmo pq ainda não estou totalmente "curada" do passado. ( pq será???)
Mas quando eu ouço ou canto " Wish you were here" do Pink Floyd, não é para alguém que me acorda as 02h da manhã com:
"Good morning baby!"
I realy want you"
"I don't mind if you are fat, I like you the way you are"e sim, para quem me faz perder o sono.

Ou seria realmente pra quem está lá nas terras da rainha? Não sei.
Só sei que aos poucos vou me deixar levar, e certeza que será bem aos poucos mesmo, afinal, alguém está me rondando de novo.
E este é só mais um motivo para a minha vontade de ir para a Inglaterra aumente.
Não é SÓ POR CAUSA DISSO, vai além.
É apenas um detalhe, um estímulo a mais.
Nada que me faça tirar os "pés do chão" e viver nas nuvens.
Isso não.