20 de dez de 2007

Ai, ai viu!

Ainda bem que hj é Quinta Feira.
Ô semaninha que tá demorando para passar.
Não aguento mais ir trabalhar, preciso de descanso.
O stress tá grande, e ainda sou condenada por ser sincera.
Aniversário de uma das meninas que trabalham comigo.
Passei aperto no metrô ( ódio, de vez enauqndo é bom os apertos.... ), um puta calor, tive que tirar fotos ( destesto tirar foto quando sou obrigada), tá a parte boa?
Que eu comi coisas gostosas como o doce que eu levei ( e mesma fiz) e que a hora passou rapidinho. Sem contar que os nervos aqui estão a tona.
Depois do parabens, a mocinha resoveu fazer um discurso de agradecimento.
E de repente escapa da minha boca: " OBRIGADA? MAGINA, EU VIM TRABALHAR, SÓ VIM PQ ERA MEU HORÁRIO DE TRABALHO... "
Juro que foi sem querer... ( será? ) Ah, eu sou sincera. E relamente eu fui no meu horário de trabalho, que é das 8 ao meio dia, pq se falassem que poderia faltar hj, eu teria faltado.
Destesto essas coisas de fim de ano.
O ano todo te xingam, te atacam pedras, e depois quando tudo está acabando, desejam felicidades, dizem que te adora. HI-PO-CRI-SI-A.
Não gosto mesmo de Natal nem de ano novo.
Se bem que este ano, eu não posso reclamar não. Fiz coisas que jamais teria feito ante, e descobri que é bom.
Me dei o meu verdadeiro valor. Liguei o botão do FODA-SE na minha vida.
E descobri que tem gente que gosta de mim do jeito que eu sou, e mesmo sem me conhecer pessoalmente.
Fiz novas amizades ( carnais e virtuais), me diverti muito em lugares que a muito tempo não ia, me diverti muito sozinha na SPIRIT OF LONDON, foi demais.
Mas o que não dá para esquecer: A morte da minha vó, do Edu, e a decepção que eu tive.
Agora com o botão do FODA-SE ligado, quero que tudo se exploda!!!
Ai, preciso ir, o tempo na lan tá acabando....
Beijos

Chel.

TRILHA DO POST: TEARS OF THE DRAGON BRUCE DICKINSON.

19 de dez de 2007

Difícil ser transparente?
Às vezes, pergunto porque é tão difícil ser transparente?
Costumamos acreditar que ser transparente é simplesmente ser sincera,não enganar os outros.
Mas ser transparente é muito mais do que isso.
É ter coragem de se expor, de ser frágil,de chorar, de falar do que a gente sente...
Ser transparente é desnudar a alma,é deixar cair as máscaras, baixar as armas,destruir os imensos e grossos murosque nos empenhamos tanto para levantar...
Ser transparente é permitir que toda a nossa doçura aflore, desabroche, transborde!
Mas infelizmente, quase sempre,a maioria de nós decide não correr esse risco.
Preferimos a dureza da razão à leveza que exporiatoda a fragilidade humana.
Preferimos o nó na garganta às lágrimas que brotamdo mais profundo de nosso ser...
Preferimos nos perder numa busca insana porrespostas imediatas à simplesmente nos entregar e admitir que não sabemos,que temos medo!
Por mais doloroso que seja ter de construiruma máscara que nos distanciacada vez mais de quem realmente somos,preferimos assim: manter uma imagem que nos dê a sensação de proteção...
E assim, vamos nos afogandomais e mais em falsas palavras,em falsas atitudes, em falsos sentimentos.
Não porque sejamos pessoas mentirosas,mas apenas porque nos perdemosde nós mesmos e já não sabemosonde está nossa brandura,nosso amor mais intenso e não-contaminado.
Com o passar dos anos,um vazio frio e escuro nos faz perceber que já nãosabemos dar e nem pedir o que de mais preciosotemos a compartilhar, doçura, compaixão... a compreensão de que todos nós sofremos,nos sentimos sós,imensamente tristes e choramos baixinhoantes de dormir,num silêncio que nos remete a uma saudade desesperada de nós mesmos... daquilo que pulsa e grita dentro de nós,mas que não temos coragem demostrar àqueles que mais amamos!Porque, infelizmente,aprendemos que é melhor revidar, descontar,agredir, acusar,criticar e julgar do que simplesmente dizer:"estás-me a magoar...podes parar, por favor?".
Porque aprendemos que dizer isso é ser fraco,é ser tonta, é ser menos do que o outro.
Quando, na verdade,se agíssemos com o coração,poderíamos evitar tanta dor, tanta dor...
Sugiro que deixemos explodir toda a nossa doçura!
Que consigamos não prender o choro,não conter a gargalhada,não esconder tanto o nosso medo,não desejar parecer tão invencível.
Que consigamos não tentar controlar tanto,responder tanto,competir tanto que consigamos docemente viver...sentir, amar ( será que ainda vou conseguir fazer isso?)...
E que tu sejas não só razão,mas também coração,não só um escudo, mas também sentimento.
Sejas transparente,apesar de todo o risco que isso possa significar.



Chel


Trilha sonora do post: The Cult Painted on my heart.

17 de dez de 2007

Em plena crise de nervos...

Eu estou para lá de irritada...
Motivo?
TODOS. Tudo me irrita nesse momento.
O celular que não toca, ou quando toca.
TPM, salário que não caiu ( ou o dono da empresa esqueceu mais uma vez de depositar), um tempão que não saio com meus amigos, o metrô lotadasso ( ?!?!?!?!?!?!?!?!?!?!?),minha mãe que dormiu fora de casa justo no dia de um puta temporal ( é, eu tenho medo ), essa semana eu trabalhei das 8 as 17 ( meu horário é das 8 ao meio dia). Levo "comida" da chefe por cusa do erro dos outros, não consigo arranjar outra coisa par fazer, minha mãe me irrita com perguntas certas nas horas erradas, o celular que eu quero custa mais de mil reias ( mas eu vou comprar) , não vou comprar meu computador, pois o trabalho que eu estou é temporário, não tenho nada para fazer no fim de semana, tem um ser que me tira o sono, minha cachorra não me deixa dormir, uma analista lá do serviço disse para eu arranjar namorado, pois só assim eu me aclamo. Mal sabe ela que sou melhor comida do que a mesma. Ouvi que sou neurótica, doente, psicótica, maluca, pirada, que preciso urgente de tratamento. Será que ela vai pagar o psiquiatra? Ou melhor dizendo, será que ele vai me aguentar?
E se de repente ele me pergunta o que eu estou fazendo lá?
O que eu respondo?
Com a doçura de um elefante eu respondo:
" Vim fazer uma visita cordeal ao senhor? Como vai a familia? Os cachorrinhos, papagaio...."
Ai o pior de tudo foi ter que ouvir que sou mal comida.
Isso m subiu o sangue.
Pena que el aé uma senhora, e eu estava em ambiente de trabalho.
Nossa, veio na ponta da lingua a resposta:
" Não preciso não de namorado para me acalmar, sou melhor comida que vc... "
Ai faltou pouco. E digo mais, pinto não acalma, se bobear stressa mais ainda.
Ai o celular que eu quero... V8. Lindo demais... Eu quero, e vou ter.
Deixa passar essa época maldita de fim de ano, as coisas barateiam, e quem sabe, em suaves prestações, estarei comprando.
Ai e o metrô hein... Lotadasso. Não que eu me importa, mas de vez enquando é bem divertido pegar metrô lotado.
Ai, me irritei com os molequinhos aqui da lan. Preciso sair, antes que eu mate um.

Beijos.

Chel.






7 de dez de 2007

Saber viver

Saber viver...


Aproveite bem, o máximo que puder, o poder e a beleza dajuventude.

Não se preocupe com o futuro.

Ou então preocupe-se, se quiser, mas saiba que preocupação é tão eficaz quanto mascar chiclete para tentar resolver uma equação de álgebra.


As encrencas de verdade em sua vida tendem a vir de coisas que nunca passaram pela sua cabeça preocupada.

E te pegam no ponto fraco às 4 da tarde de uma terça-feira modorrenta.

Todo dia, enfrente pelo menos uma coisa que te meta medo de verdade.


Cante.


Não seja leviano com o coração dos outros.

Não ature gente de coração leviano.

Não perca tempo com inveja.

Às vezes se está por cima,às vezes por baixo.

A peleja é longa e, no fim,é só você contra você mesmo.

Não esqueça os elogios que receber.

Esqueça as ofensas.

Se conseguir isso, me ensine

.Guarde as antigas cartas de amor.

Jogue fora os extratos bancários velhos.

Estique-se.Não se sinta culpado por não saber o que fazer da vida.

As pessoas mais interessantes que eu conheço não sabiam, aos vinte e dois o que queriam fazer da vida.

Alguns dos quarentões mais interessantes que eu conheço ainda não sabem.

Tome bastante cálcio.

Seja cuidadoso com os joelhos.

Você vai sentir falta deles.

Talvez você case, talvez não.

Talvez tenha filhos, talvez não.

Talvez se divorcie aos quarenta, talvez dance ciranda em suasbodas de diamante.

Faça o que fizer não se auto congratule demais, nem seja severo demais com você.

As suas escolhas tem sempre metade das chances de dar certo.

É assim para todo mundo.

Desfrute de seu corpo use-o de toda maneira que puder, mesmo!!!

Não tenha medo de seu corpo ou do que as outras pessoas possam achar dele.

É o mais incrível instrumento que você jamais vai possuir.


Dance.


Mesmo que não tenha aonde além de seu próprio quarto.

Leia as instruções mesmo que não vá segui-las depois.

Não leia revistas de beleza, elas só vão fazer você se achar feio.

Dedique-se a conhecer seus pais.

É impossível prever quando eles terão ido embora, de vez.

Seja legal com seus irmãos.

Eles são a melhor ponte com o seu passado e possivelmente quem vai sempre mesmo te apoiar no futuro.

Entenda que amigos vão e vem, mas nunca abra mão de uns poucos e bons.

Esforce-se de verdade para diminuir as distâncias geográficas e de estilos de vida, porque quanto mais velho você ficar.

Mais você vai precisar das pessoas que você conheceu quando jovem.

More uma vez em Nova York, mas vá embora antes de endurecer.

More uma vez no Havaí, mas se mande antes de amolecer.


Viaje.


Aceite certas verdades inescapáveis:

Os preços vão subir, os políticos vão saracotear, você também vai envelhecer.


E quando isso acontecer você vai fantasiar que quando era jovem os preços eram razoáveis, os políticos eram decentes.

E as crianças respeitavam os mais velhos.

Respeite os mais velhos!!!

E não espere que ninguém segure a sua barra.

Talvez você arrume uma boa aposentadoria privada.

Talvez você case com um bom partido, mas não esqueça que um dos dois de repente pode acabar.

Não mexa demais nos cabelos se não quando você chegar aos 40 vai aparentar 85.

Cuidado com os conselhos que comprar,mas seja paciente com aqueles que os oferecem.

Conselho é uma forma de nostalgia.

Compartilhar conselhos é um jeito de pescar o passado do lixo,esfregá-lo,repintar as partes feias e reciclar tudo por mais do que vale.

E a Melhor coisa...


Seja feliz!!!!

4 de dez de 2007

Conto de fadas de tras para frente

E todos viveram felizes para sempre. Fim. Assim que tudo começou. Ou recomeçou?Enfim, depois de vários tombos, machucados e cicatrizes, me declarei livre daquele sentimento, virei a página.A dúvida que antes me perseguia, virou certeza.Das lágrimas que eu derrubei, poucas realmente valeram a pena.De todos os dias que eu perdi da minha vida, só para aprendizado serviram, porque de resto... pura perda de tempo.E foi colocando um ponto final nessa longa história de amor e ódio, escrevendo em letras desenhadas que eu serei feliz para sempre e que espero que ele também seja, que a vida me deu uma nova chance. Ou eu dei uma nova chance para ela?Digamos que vivi um conto de fadas pouco tradicional: eu era a princesa, ele o príncipe, mas quem venceu foi o dragão do calabouço do castelo onde nós dois nos aprisionamos.Ninguém morreu, mas todos saíram feridos. Todos sofreram, todos amaram.Eu vivo no meu no castelo, sem esperar pelo meu príncipe.Meu príncipe vive com o dragão, aprisionado naquele mesmo castelo onde um dia nos trancamos.Uma história de amor que virou drama e agora é uma comédia.Uma história que haverá de ser contada ainda muitas vezes, para eu lembrar que nem sempre o dragão é o vilão, nem sempre a princesa é a mocinha, quanto mais o príncipe um homem honesto, belo, de coração puro e caráter impecável. Muitas vezes acreditamos em regras, naquilo que está escrito no livro e esquecemos de lembrar que viver é uma armadilha, não segue regras, porém é uma exceção.Hoje, começo com o "fim" e termino essa história dizendo "Era uma vez..."